VIAJAR ENRIQUECE A VIDA E DURA PARA SEMPRE!

Bem-vindo ao blog da caravana para a Irlanda com a Eddie Van Feu, escritora anarquista e bruxa wiccana. Aqui você curte as dicas para viajar para essa terra mágica e fica por dentro da próxima viagem: ESCÓCIA E IRLANDA 2016! Conheça o roteiro completo AQUI! Para informações gerais ou entrar na mala direta da viagem, mande um e-mail: eddie@eddievanfeu.com.



segunda-feira, 23 de maio de 2016

COMEÇARAM AS RESERVAS PARA A IRLANDA E ESCÓCIA 2016!

E já começamos a fazer as reservas! Se você quer entrar nesse barco, digo, avião, venha conosco na viagem mais mágica do ano! Saída dia 16 de setembro. E teremos um casamento de viajantes lá!!! Se você quer um ritual específico, me avise! 



 Informações: eddie@eddievanfeu.com


ROTEIRO 2016 PARA IRLANDA E ESCÓCIA COM PREÇOS

Os gastos de lá ficarão por conta da alimentação e algumas atrações que não podem ser compradas antecipadamente (são poucas!). A partir de agora, mandarei para você dicas para a viagem, então me coloque nos seus contatos para os e-mails não irem para a caixa de spam! Contato: eddie@eddievanfeu.com
Para reservas, contate a Diva Dias:
o Fones: (11) 3966.21.55ou (11) 9-9913.95.80
o divatur@uol.com.br ou divaturismo@gmail.com



ROTEIRO IRLANDA E ESCÓCIA CELTA 2016

A Irlanda tem um encanto próprio, com seus castelos e grandes colinas verdejantes, com suas histórias do Povo Pequeno e lendas de heróis e gigantes. Agora, além de vivenciar essas aventuras em terras antigas e belíssimas, ainda vamos visitar a Escócia, com suas batalhas épicas e castelos enormes.

Teremos um tempo de qualidade para conhecer essas terras de tantas histórias e sentir sua energia que toca fundo na alma através de vivências e rituais. Se sua alma chama, venha conosco nessa viagem mágica em 2016!

ATENÇÃO: Os rituais dependem muito do estado de espírito geral, da energia do local e do tempo que teremos. É possível que alguns rituais troquem de data por causa de um desses fatores que só poderão ser vistos na hora, OK? A iniciação será feita para os que desejarem. Quem for com um par e quiser um casamento celta, por favor avise antes!

Marcaremos uma ou duas reuniões online através de hangout para nos conhecermos e para que eu tire as dúvidas de todos. Também poderei passar informações que são importantes sobre a viagem!

ROTEIRO IRLANDA E ESCÓCIA
16 dias de diversão e magia

1º. dia: 16 de setembro, sexta – saída do Brasil
Apresentação no Aeroporto.
É hora de receber os mimos para essa importante viagem mágica. Me encontrarei com vocês para entregar as fitas com guizos dos dragões para proteger as bagagens, talismãs e amuletos para protegê-los de noite e de dia e algumas outras coisinhas. São esses mimos, aparentemente inofensivos, que nos garantem caminho livre em todos os lugares aonde vamos, pois vamos muito bem acompanhados! J
Aqui também começamos nossa rotina de tarô, tirando cada um sua carta do dia, que dará o tom do que vamos vivenciar. Eu interpreto cada carta (arcanos maiores e menores) e nós nos divertimos e ainda aprendemos mais sobre nós mesmos, nos preparando para o que nos reserva o dia. A carta do dia foi muito legal em todas as nossas viagens, pois podíamos conferir no decorrer do dia seus acertos (e a carta sempre acertava). Eu mesma aprendi muito sobre mim e cresci com erros e acertos previstos e interpretados através das cartas.
Carta do dia.

A Bruxa de Killkenny, cuja casa virou um restaurante temático.

2º. dia: 17 de setembro, sábado – Escócia/Edimburgo – traslado e acomodação

Traslados na chegada e saída
Aqui teremos nosso primeiro ritual. Ele é simples, pois será um pedido para os guardiões desta terra para nos receber. É sempre bom chegarmos com humildade em um lugar, em uma terra que não é nossa, seja no exterior, seja aqui.

Edimburgo é uma das cidades mais lindas do mundo, com seus castelos e ruas medievais no lado mais antigo da cidade (Oldtown). Aproveitaremos o dia num passeio pela cidade.Old Town é a parte antiga de Edimburgo e onde a cidade se iniciou. O lugar conserva estrutura medieval, edifícios seculares bem preservados, pubs e restaurantes antigos, ruas de pedras, vida noturna, além de pontos turísticos. Old Town é indicada para caminhar e conhecer becos e ruelas que às vezes passam despercebidos, e ideal para se cercar da atmosfera de uma cidade antiga. Para quem quer conhecer o lado cultural e histórico de Edimburgo, caminhar algumas horas por esse bairro é um programa imperdível.
Vamos passear pela cidade e nos ambientarmos!
Carta do dia.

3º. dia: 18 de setembro, domingo – Edimburgo –
Castelo de Edimburgo / Royal Mile / Palácio de Holirood / Museu Real da Escócia / Catedral StGiles
Vamos fazer um tour a pé pela área e visitar o Castelo de Edimburgo, a Royal Mile, o Palácio de Holyrood, o Museu Real da Escócia, a Catedral StGiles e, se dertempo, a Câmera Obscura.

Atrações:
Castelo de Edimburgo, Palace of Holliroodhouse, passeio de ônibus
Royal Mile Fantasmagórica (de noite)
Museu Real da Escócia
Catedral de St Giles

Construído ao longo de vários séculos desde o século XI o Castelo de Edimburgo domina toda a cidade tendo-se daí uma bela visão da cidade. As principais construções datam do século XVI durante o reinado de Jaime IV da Escócia, com destaque para o Grande Hall, os aposentos reais e a Capela de Santa Margarida. Aí estão guardadas as jóias da coroa escocesa que estão entre as mais antigas da Europa.


O Palácio de Holyroodhouse é a residência de sua Majestade na Escócia. Fica no final da Royal Mile em frente ao Parlamento. Após o tour interno, veremos também as ruínas e os belos jardins. Foi construído em 1128 para ser um Monastério. Guarda quase intacta a antiga e atual história da Escócia. Conta principalmente sobre a vida de Mary, Rainha da Escócia.
O NationalMuseumof Scotland (Museu Nacional da Escócia), em Edimburgo, é um dos mais importantes museus do Reino Unido. O local tem um acervo enorme e variado, com exposições de temas completamente distintos - entre eles galerias que tratam de ciência, tecnologia, biologia e história. Nele está a ovelha Dolly, mamífero clonado a partir de células de um animal adulto.


O local tem tantas exposições que é preciso passar várias horas por lá para que tudo seja conhecido como se deve. A variedade de temas e a interatividade das exposições atraem pessoas de todas as idades. Muitas famílias com crianças visitam o lugar e é surpreendente como algumas salas ganham o interesse dos pequenos. Esse lugar é indicado mesmo para quem não é tão fã de museus, porque, pela interação promovida e pela diversidade, o passeio não se torna muito monótono ou cansativo. Na área dedicada à biologia, por exemplo, há instrumentos que permitem compreender como é a visão de uma mosca, qual é o cheiro de uma planta ou como é a textura de um animal.

São vários andares diferentes de exposições; entre as exposições permanentes estão: as que tratam da história da Escócia; a Terra e a descoberta do Novo Mundo; mundo animal; arte e design; cultura do mundo, entre outras.

Carta do dia.


4º. dia: 19 de setembro, segunda - Edimburgo – Calton Hill / Royal Botanic Garden / Scott Monument

Calton Hill
Royal Botanic Garden
Scott Monument

O Calton Hill é um morro na área central de Edimburgo, mas não é um morro qualquer. A vista espetacular que se tem do topo já seria suficiente para agradar os visitantes, mas o lugar abriga também vários pontos de interesse e monumentos históricos. Em cima do Calton Hill estão a inacabada acrópole (Monumento Nacional da Escócia), o Nelson Monument (que tem um mirante), o Dulgald Stewart Monument (um dos símbolos de Edimburgo) e o observatório da cidade.

O lugar vale a pena pela vista e pelos monumentos, que são realmente bonitos. Não se esqueça de levar sua câmera fotográfica e registrar a paisagem; lá de cima é possível observar tanto o lado de Edimburgo onde está a costa, quanto a diferenciação da arquitetura entre a "cidade nova" e a "cidade antiga" da capital escocesa. O lugar é indicado para fazer um piquenique, curtir um dia de sol ou fazer uma caminhada ao ar livre. O pôr do sol lá de cima é muito bonito e pode ser um ótimo lugar para nosso ritual.
O Royal Botanic Garden (jardim botânico real) de Edimburgo é uma atração para toda a família. Ele foi fundado no século XVII, com a finalidade de servir para estudos, mas com o passar dos anos se tornou um dos mais populares pontos turísticos da capital escocesa, além de servir para pesquisas e apreciação.

O jardim é enorme e tem diversas espécies diferentes de plantas, árvores e flores, jardins ornamentados em diferentes estilos, animais como pássaros e esquilos vivendo livres, e estufas. O local é ideal para um passeio ao ar livre, respirar ar puro ou conhecer um dos lugares mais belos da capital escocesa. Durante a primavera, principalmente, visitar o jardim botânico é um passeio muito agradável, pois as flores ficam mais bonitas nesse período.

Visitar o jardim botânico é uma oportunidade para conhecer melhor algumas espécies de plantas e aprender curiosidades sobre elas. Entre as atrações para visitar no local estão o rock garden, o chinehillside, as belas glasshouse (£5) - que recriam ambientes de diversas partes do mundo e agrupam diversas espécies de plantas - e o restaurante.


O Scott Monument é um monumento histórico dedicado ao escritor escocês Sir Walter Scott. O local, construído em forma de torre gótica, está localizado na Princes Street e tem cerca de 60m de altura. Sua parte superior pode ser alcançada com uma subida de quase 300 degraus e garante uma vista panorâmica única do coração de Edimburgo. Para quem tem fôlego e gosta de admirar belas paisagens, o lugar é um prato cheio.

5º. dia: 20 de setembro, terça – Edimburgo – Princess Street / Princes Street Gardens

A Princess Street é uma das principais ruas de Edimburgo e parte importante da história da cidade. Nessa via costuma-se fazer a limitação entre New Town (a parte mais nova) e Old Town (a parte mais antiga da capital escocesa).

A rua fica bastante movimentada quando suas lojas estão abertas e uma de suas curiosidades é que, ao longo de toda a sua extensão, é possível admirar o castelo de Edimburgo, o principal símbolo turístico da cidade. A Princess Street abriga ainda o Scott Monument e os belos jardins de Princes Street, que são ótimos para uma caminhada ao ar livre.

Lojas como H&M, Houseof Fraser, Gap, Primark, The Body Shop e Topshop marcam presença no lugar. Este será nosso dia livre para compras e vamos aproveitar que essa é considerada a melhor região de Edimburgo para compras.

Para quem não vai fazer compras, temos a opção dos belos jardins no coração de Edimburgo que são uma amostra de como a paisagem urbana se integra à natureza na capital escocesa. Os jardins da Princes Street ficam na linha imaginária entre a Old Town e a New Town, bairros importantes da cidade, e foram criados entre os séculos XVIII e XIX. Os jardins são divididos pela rua The Mound; portanto, tem-se uma parte leste e uma oeste, e uma de suas grandes peculiaridades: no interior dos jardins passam ferrovias.

O parque é grande, tem jardins gramados ideais para um piquenique e uma belíssima vista para o mais conhecido ponto turístico da região, o Castelo de Edimburgo. Mesmo ficando no centro da cidade, os jardins da Princess Street revelam um pouco do lado bucólico e tranquilo que tem a capital; o lugar é indicado para andar ao ar livre e curtir alguns dos eventos culturais que por ali acontecem.

6º. dia: 21 de setembro, quarta – Edimburgo // Dublin – traslado e acomodação

Acomodação e dia livre na cidade, com passeios a definir (Temple Bar, compras, parques e/ou visita à Guinness House). Depende da hora em que chegarmos.

Castelo em Killkenny, transformado em museu.

7º. dia: 22 de setembro, quinta – Dublin // Castelo de Huntington //Killkenny // Dublin



Huntington


Iremos para o Castelo de Huntington, sempre um ponto alto das nossas viagens, não só pela maneira mágica como acabamos sendo recebidos pelo dono e fazendo o tour pelo castelo que estaria fechado, mas também pela grande magia do lugar que permite lindos rituais. Ele //também é o templo das sacerdotisas de Ísis, com mais de 38 mil seguidores pelo mundo (o templo é aberto à visitação e podemos tirar fotos).
Huntington é um lugar mágico e em seus jardins faremos um belíssimo ritual com todas as deusas. É um ritual de muita beleza, amor, abundância, onde nos sentimos aninhados, protegidos e temos a certeza de que nunca ficaremos desamparados, pois estamos sob a proteção da Grande Mãe, em todos os seus aspectos. Assim como o Sol brilha alto no céu, Ísis reina soberana em suas diversas manifestações. Carta do dia.

Passeio na linda cidade medieval de Kilkenny, com seus castelos e igrejas, ruas e lojas. Nessa cidade, uma bruxa foi acusada, mas escapou. Brechós interessantes, um restaurante onde foi a casa da bruxa condenada e um castelo maravilhoso são algumas das atrações dessa cidade.

Voltamos então para Dublin.

8º. dia: 23 de setembro, sexta – Dublin // St Patrick // TrinnityCollege e Book ofKells // Fábrica da Guinness

St Patrick
Trinnity College e Book of Kells
Fábrica da Guinness

Passeio no centro de Dublin, com seus parques, pontos históricos e lojas. Pela manhã, visitaremos a Igreja de St Patrick e o Trinitty College, com o famoso Book of Kells e sua estupenda biblioteca. De tarde iremos à fábrica da Guinness, onde veremos como é feita a tradicional cerveja irlandesa e apreciaremos uma estupenda vista da cidade do último andar da fabrica.
Carta do dia.

O passeio pelas cidades irlandesas é sempre lindo.

9º. dia: 24 de setembro, sábado - Dublin // Wicklow // Dublin
Powerscourt Gardens

Visita ao Powerscourt Garden, com jardins, castelo e paisagens maravilhosas de manhã.
Conheceremos também uma das mais belas paisagens da Irlanda: as Montanhas Wicklow, com seu lago que parece saído do mundo das fadas.
Ritual do dia: Conexão com a Grande Mãe.
Carta do dia.

10º. dia: 25 de setembro, domingo – Dublin // Vale do Boyne // Hills of Tara // Dublin

Passeio mágico e inesquecível pelo Vale do Boyne, pelas sagradas Colinas de Tara, onde visitaremos mais uma vez a Árvore da Saúde, levando fotos, pedidos e testemunhos de amigos e parentes que buscam saúde e cura. Visitaremos também um antigo sítio dos druidas, com um jardim inspirado em Alice no País das Maravilhas e rituais poderosos em um antigo Caern celta ao qual teremos total acesso.
Rituais na Árvore da Saúde, nos montes das Colinas de Tara e no caern dos druidas.
Carta do dia.

11º. dia: 26 de setembro, segunda - Dublin

Dia livre para compras e passeios na bela cidade de Dublin. Opções de lojas de roupas, maquiagem, chocolates, loja geek, parques e igrejas.
Carta do dia.

12º. dia: 27 de setembro, terça - Dublin // Bunraty // Ennis

BunrattyFolk Park
Jantar medieval: depende do local disponível (Knapogue ou Bunratty)

No castelo Bunratyveremos como viviam as pessoas no passado em seu folkpark. Dali, iremos para Ennis. Acomodação no hotel. De noite, iremos ao banquete medieval no Knnapogue ou no Bunraty para uma noite inesquecível onde voltaremos no tempo.
Carta do dia.

13º. dia: 28 de setembro, quarta – Ennis // Liscanor // Ennis

Passeio inesquecível para os surpreendentes Penhascos de Moher em Liscannor, o lugar onde o “mundo acaba”. Uma das vistas mais estupendas do mundo, algo que não se esquece facilmente.
Ritual com os Dragões.
Carta do dia.

14º. dia: 29 de setembro, quinta – Ennis // Killarney

Uma das mais belas cidades da Irlanda, Killarney também guarda seus mistérios do passado e belas paisagens no Ringof Kerry. Vistas estonteantes e fotos para transformar em quadros no futuro nos esperam.
Ritual do dia.
Carta do dia.

15º. dia: 30 de setembro, sexta – Killarney // Cork

Acomodação em Cork. Passeio no Castelo de Blarney e seus jardins. Em Blarney, poderemos beijar a Pedra da Eloquência, conhecer a Pedra da Bruxa, e passear pelos jardins encantados que o cercam, onde realizaremos rituais maravilhosos com fadas, druidas e bruxas do passado.
Rituais diversos.
Carta do dia.

16º. dia: 01 de outubro, sábado – Cork // Londres // Brasil

Abraços apertados e volta para casa, já com saudades!
Os valores abaixo compreendem os serviços:

Viajar é trazer uma bagagem que jamais é perdida (nem pelas companhias aéreas mais distraídas!). É conhecimento, emoção, amizade e aprendizado para toda a vida!

Passagem aérea com com taxas de embarque,
Hospedagem em hotéis categoria 3 estrelas com café da manhã,
Período de hospedagem : 17.setembro a 01.outubro = 14 noites
Seguro de viagem AssistCard – cobertura em Assistencia Médica de US$ 50.000,00
Acompanhamento da EDDIE VAN FEU durante toda a viagem
Traslados de chegada e saída em EDIMBURGO e DUBLIN
Onibus durante os passeios de 22.setembro a 01.outubro,
Jantar no Castelo Bunratyou Kanppogue (dependerá da disponibilidade)
Passeios e tickets conforme o descritivo do Roteiro

Valor por pessoa

Em apto duplo: E$6.614,00
Em apto triplo: E$6.648,00
Em apto individual: E$8.216,00

Forma de pagamento:
Entrada de 30%e saldo em até 09 parcelas sem juros – em reais – em cartão de credito

Observações importantes
Os valores poderão sofrer mudanças de acordo com politica de preços das Cias Aéreas e Hoteleiros e Serviços na Irlanda e Escócia,
Nos valores da parte terrestre, já está inserido o novo Imposto determinado pelo Governo de 25% sobre parte terrestre internacional, em vigor a partir de 01.fev.2016,
A forma de pagamento também poderá alterar de acordo com modificações na politica do governo para viagens internacionais,

Contato para Reservas:
DIVA DIAS

Fones: (11) 3966.21.55ou (11) 9-9913.95.80
divatur@uol.com.br ou divaturismo@gmail.com

Nosso blog: http://irlandaeuvou.blogspot.com.br/
Nossa página no facebook: https://www.facebook.com/irlandacelta.euvou



terça-feira, 19 de abril de 2016

MOMENTOS DE ENCONTRO CONSIGO MESMO

por Eddie Van Feu

Na nossa viagem, temos vários momentos para cantar, dançar, beber, comer e rir bastante. Mas também temos momentos de paz, serenidade e encontro com a Divindade que vive em nós. Esses momentos ocorrem em locais sagrados, poderosos e antigos, como as Colinas de Tara e o Forte Dun Aengus. O mais impressionante é que quando nos conectamos com esses locais, sentimos seu poder para sempre. Mesmo hoje, basta que eu feche os olhos e respire fundo, penso no local e me transporto imediatamente para lá. Em alguns minutos, me sinto reenergizada e serena. Isso acontece porque nossa conexão com esses locais é muito mais antiga do que podemos imaginar.

Um dos lugres mais antigos e poderosos do mundo é a Pedra do Destino nas Colinas de Tara.

O violão comprado na Irlanda em tocado nos rituais pelo talentoso Nelson agora é encantado e toca sozinho!

Atrás de mim, uma das Faery Trees, árvores de fadas, onde rituais são feitos com fitas, pedidos e fotos de entes queridos. O povo encantado que mora no interior da colina recebe e atende. Esse é um dos lugares com mais histórias e lendas da Irlanda envolvendo os habitantes do mundo das Fadas.

Uma bruxinha nossa conectando com a Árvore da Saúde.
Nossa viagem neste ano inclui a Escócia! Venha participar! A saída será dia 16 de setembro! Informações: eddie@eddievanfeu.com

quarta-feira, 23 de março de 2016

TRINITY COLLEGE, A MAIOR UNIVERSIDADE DA IRLANDA




por Eddie Van Feu

Dublin é uma cidade linda com paisagens, parques, grandes prédios e centro comercial farto. Organizada, você aprende rapidamente a se locomover por lá, especialmente com o Luas, um tipo de metrô de superfície muito eficiente e prático. E, dependendo da época que você for, há muitas flores enfeitando as calçadas, uma coisa muito linda! Passear em Dublin é tudo de bom!
Na foto, estamos no Trinity College, a maior universidade da Irlanda.




Criado em 1592, o Trinity College é bem bacana e você pode ir com ou sem guia local. O guia local fala inglês e eu costumo traduzir para os membros do grupo. Uma vez, um velhinho que era surdo (era mesmo, não é piada), ficou reclamando comigo porque ele não conseguia ouvir o guia. Nós estávamos láááá atrás. Eu falei o mais baixo que pude, praticamente sussurrei. Ele reclamou de novo! Aí eu fui mais firme e respondi que estava fazendo o meu trabalho e que seria melhor se ele ficasse mais perto do guia. Aí ele foi pra lá e o problema acabou. Não era irlandês, era turista. Não sei onde. Mas acho que ele podia ficar perto de todos os guias para ouvir melhor, né? rsrsrsrsrs




Esse foi o nosso guia no Trinity College em uma das viagens! Não lembro mais qual! rsrsrsrs Bonitinho, né? A roupa parece a do Harry Potter, mas é o uniforme de gala dos alunos mais antigos.



Árvore no meio do Trinnity College. Essa é uma árvore típica de cemitérios. O motivo é simples. Esse local era um cemitério! Imagine as histórias que os alunos e professores devem ter para contar!


O Trinity College é famoso por ter uma das mais belas bibliotecas do mundo, com mais de 4,5 milhões de volumes de livros. As suas maiores atrações são a Old Library, biblioteca com 200000 volumes decorada com bustos de acadêmicos, a harpa mais antiga da Irlanda e o Livro de Kells, Os bustos dos acadêmicos (incluindo alguns autores) não possui nenhuma mulher. Isso porque a universidade não permitia a admissão de mulheres, coisa que só aconteceu em tempos mais modernos (e depois de muita insistência). 






Viaje conosco para a Irlanda! Nossa próxima viagem é dia 16/09/2016. Confira roteiro e preços CLICANDO AQUI!

sexta-feira, 18 de março de 2016

TEMPLE BAR: UMA FESTA QUE NÃO PARA

O Temple Bar é o coração festivo de Dublin. O nome é de uma famosa pub e o lugar fervilha à noite com cantores de rua, músicos, muita gente, bebida e, claro, muitas pubs! Algumas possuem até fila de espera e variam das tradicionais locais a franquias famosas, como a Hard Rock Caffé. A animação é contagiante e é meio que impossível não se sentir feliz nesse lugar. E olha que eu não sou grande fã da vida noturna! Como nós temos muitas atividades durante o dia, sugiro que cada um escolha seu horário de dormir. Tivemos pessoas cochilando durante o dia por terem exagerado no Temple Bar. Mas elas não se arrependeram nem por um minuto! rsrsrsrs


DUBLVINIA E CHRIST CHURCH


Uma boa opção em Dublin é a Christ Church com Dublvinia, onde passamos da área da igreja para um museu falando sobre as raízes nórdicas de Dublin. Um ótimo passeio histórico que pode ser feito por toda a família (diferente do London Dungeon, que eu amei, mas pode perturbar os mais sensíveis). Dublin tem muitas opções para um turista e é uma belíssima cidade.


quinta-feira, 17 de março de 2016

DENTRO DO TEMPLO DE ÍSIS

Um dos diversos altares dentro do Templo das Sacerdisas de Ísis, que fica no Castelo de Huntington, na Irlanda. O templo fica no porão do castelo e é enorme, cultuando todas as formas femininas da divindade como uma maneira de equilibrara o mundo. Uma proposta muito bonita que hoje reúne milhares de pessoas pelo mundo! O Castelo de Huntington é parada obrigatória de nossa viagem! :)


DIA DE SÃO PATRÍCIO

BOM DIA!!! E Feliz Dia de São Patrício! Ritual básico: Acenda uma vela verde e coloque cristais em volta unidos em três, formando um trevo de cristais. Ofereça um copo de vinho para São Patrício e peça-lhe tolerância, equilíbrio, sabedoria e magia (porque ele trabalhava com magia também) para seus caminhos.

Na Irlanda, hoje é dia de festa! Com muita alegria, o povo irlandês comemora o dia do santo padroeiro do país com muita festa e bebida. A Guinness, prata da casa das cervejarias irlandesas, é uma das grandes promotoras desse dia. São Patrício está presente nas igrejas e também nas diversas lembrancinhas, assim como o leprechaun e o trevo. O trevo de três folhas foi usado por São Patrício para exemplificar o Pai, o Filho e o Espírito Santo como parte de uma só coisa. Antes era a Trípice Deusa. Por isso que o trevo é hoje um dos símbolos da Irlanda, que se tornou cristã graças à intervenção de São Patrício, que saiu do país como escravo e voltou como cristão para pregar a palavra de um novo Deus único.

Alguns pagãos não gostam de São Patrício, mas acho que ele trouxe uma nova ordem. Por muito tempo, cristianismo e paganismo conviveram harmonicamente juntos. Depois, com a chegada de um papa radical, a coisa degringolou. E deu no que deu.


quarta-feira, 16 de março de 2016

SHEELA-NA-NIG

Essa é a Sheela-Na-Nig, uma representação de uma divindade celta. Essa imagem é de ferro e está na parede interna do Castelo de Blarney. A figura é meio grotesca (uma mulher feia abrindo a própria vagina) e era usada para atrair a fertilidade. Mulheres passavam a mão nela quando se casavam para ter filhos.
Imagine quando você olha e toca essa imagem que  você está tocando o mesmo que centenas de mulheres tocaram há centenas de anos! É uma viagem no tempo!

Caminho em Inishmore

Caminho para o Forte Dun Aengus, um dos mais antigos da Irlanda. Muitos lugares lá pedem uma caminhada razoável, pois o carro só vai até certo ponto. Sempre se pode ficar nos centros de visitantes, centros da cidade, enfim, há coisas ótimas para se fazer também, mas quem estiver disposto a andar vai ter lindas vistas e histórias pra contar.


COLHENDO FRUTAS SILVESTRES

O caminho para o forte Dun Aengus em Inishmore, a maior das Ilhas de Aran, é cheio de frutinhas vermelhas apetitosas. Claro que eu comi! Outros me seguiram! Felizmente, estamos vivos até hoje. São amoras docinhas e deliciosas! Em alguns lugares, comemos maçãs suculentas colhidas direto do pé. Em outros, uvas. É uma terra boa!


terça-feira, 15 de março de 2016

segunda-feira, 14 de março de 2016

MUDANÇAS DE REGRAS NA BAGAGEM

A ANAC está em processo de mudança de regras para viagens. Dentre elas, a mudança de franquia de bagagem. Num resumo da ópera, a ideia é ir diminuindo a bagagem gratuita até 2018, quando então TUDO será pago a critério de cada empresa. Segundo a ANAC, isso é para baratear os voos (mas nós sabemos que nada barateia coisa nenhuma...) e aumentar a concorrência entre as empresas aéreas, que poderão dar preços mais atraentes para seus clientes.

Eu já acho o limite atual pequeno para viagens interenacionais (2 malas de 32 kg). Querem baixar para 2 de 23 kg. Achei ruim! Mas a ANAC diz que podemos nos pronunciar, então... Vamos nos pronunciar!
http://www.anac.gov.br/Noticia.aspx?ttCD_CHAVE=2107

Quando a gente sai do Brasil, até sai com pouca bagagem. O problema é a volta! Tem tanta coisa legal para trazer! Legal E MAIS BARATA!!!! Porque tem tanto imposto no Brasil que tudo fica caro! Tô revolts hoje! Então vai aí uma foto minha nos Penhascos de Moher (Cliffs of Moher) pra me acalmar!


quinta-feira, 10 de março de 2016

SÃO PATRÍCIO

Semana que vem, dia 17, é dia de São Patrício, o que vai provocar uma série de festejos na Irlanda. São Patrício tem uma história interessante e credita-se a ele o fato da Irlanda não ter cobras (não tem mesmo!). Há muitas igrejas dedicadas ao santo na Irlanda. Esse monumento fica em Tara e, em uma das vezes em que fui lá, peguei um belíssimo pôr do sol. Adoro essa foto! :)
Nossa viagem está marcada para dia 16 de setembro deste ano! Entre em contato!


quarta-feira, 9 de março de 2016

UMA CAFETERIA ANTIGA!

por Eddie Van Feu




Na Irlanda você tropeça em história! Iza e eu entramos numa linda cafeteria atrás de um lanche com bolo! Descobrimos então que aquela é a cafeteria mais antiga de Cork. O chocolate é bem servido (em jarra, dá pra dois) e os bolos são ótimos. O lugar é também um brechó e toca discos dos anos 20 em uma antiga vitrola! Foi como voltar no tempo!

Nossa viagem está marcada para dia 16 de setembro de 2016! Que tal vir conosco? Aproveita que o câmbio baixou!


terça-feira, 1 de março de 2016

QUEM TEM MEDO DE FANTASMA?

por Eddie Van Feu. a destemida guia

Em Dublin, há o Ghost Bus, um serviço de turismo apoiado pela prefeitura que permite não só um passeio pelos pontos assombrados da cidade, mas também acesso a cemitérios, igrejas e mausoléis! O passeio é bem menos assustador do que se imagina, graças ao senso de humor do guia. Infelizmente, esse passeio requer conhecimento da língua. Uma vez tentei traduzir simultaneamente para meu grupo e tomei esporro! rsrsrsrs

Neste ano, não incluí o Ghost Bus por que já teremos um passeio semelhante em Edimburgo.

Confira mais fotos dessa postagem no irlandaeuvou.blogspot.com.br


Na foto, grupo de 2013 dentro do ônibus, que é bem legal, com suas cortinas pretas, abajures, esqueletos e música de trilha sonora de filme de terror (também tocou Thriller).

No final, eles sorteiam um livro (no caso, foi um do Bram Stocker). Assim que traduzir os meus, vou fazer uma doação pra eles! ;)


O Ghost Bus em uma de suas paradas. Note as orbes ao nosso redor.



Este local estava com presenças de fantasmas. Mostrei para o guia e ele disse que o prédio costumava ser um hospital e muita gente morreu ali. Isso explica as orbes.


Entrada do cemitério.



Interior de um cemitério antigo com ruínas. Note as orbes.

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

PARA TODOS OS BOLSOS!

por Eddie Van Feu

Vista linda da entrada dos Cliffs of Moher.

Quanto se gasta lá? Essa é a pergunta que todo mundo faz e todo ano eu respondo. Só que a cada ano, há um update! A situação econômica mundial está mudando e um ano não é igual ao outro.
Quando eu comecei a fazer essas viagens, em 2011, a Irlanda estava saindo de um loooongo período de crise e pobreza e estava se abrindo para o mundo com um empurrãozinho da União Européia. O Real estava bem, o dólar estava comportado e todos éramos felizes!
Aí, as coisas começaram a mudar. A conta da ajudinha da União Europeia chegou para a Irlanda, a conta das escolhas equivocadas do nosso governo chegou pra gente e os Estados Unidos começou a sair da crise, fazendo o dólar subir.
Todo esse preâmbulo (palavra nova, gostou?) é para explicar sobre o que esperar nos gastos por lá.

Café da manhã irlandês. Bem-servido e bem forte! Dá pra sustentar por boa parte do dia.

Calma, não entre em pânico!!!!

Quando todas as situações encareceram a viagem, eu e a Diva começamos a cortar gastos! Por isso tirei a Inglaterra, que é linda, mas muito cara, ainda mais agora com a Libra tão alta. Com isso, barateamos a viagem tanto no preço final quanto nos custos que temos por lá.
Ao invés da Inglaterra, coloquei a Escócia, que é LIIIINDAAAAA!!!! E tem toda uma ligação com os celtas ainda bem selvagem que podemos aproveitar. A Escócia também é mais barata.
Basicamente, nossos gastos por lá são de alimentação. E compras e gorjetas. Na Irlanda, temos opções de comer com pouco e comer com muito. Há pubs e restaurantes com comida típica, e há restaurantes mais populares. Desde 2011, tudo subiu, mas ainda se consegue comer com pouco. Eu sugiro que se coma bem no café da manhã para comer menos no resto do dia.
Acredito que, com alimentação, podemos gastar por dia cerca de 35 Euros, economizando nos restautantes mais populares, o que inclui os fast foods que vendem o famoso (e delicioso) Fish and Chips. Isso inclui almoço e janta. Porém, em restaurantes mais finos, esse valor é basicamente o de uma refeição. Carnes de vaca são mais caras lá. Peixe é sempre mais barato.
Incluímos todas as entradas possíveis nos gastos finais porque isso economiza (pagamos menos como grupo). Mas há algumas entradas que não podem ser compradas antes, como o Castelo de Huntington. Então, sempre guarde um extra para essas exceções e para lugares que podemos escolher visitar na hora (dependendo do dia, podemos ver o que se adequa melhor ao grupo, mas no geral, vamos seguir o roteiro).

Minhas comprinhas... E eu tinha prometido que não ia comprar nada!!!! rsrsrsrs


COMPRAR, COMPRAR!!!!

É IMPOSSÍVEL escapar das lembrancinhas! A Irlanda basicamente tem um mercado ENORME voltado para coisas fofas e temáticas irresistíveis! Eu vou sempre jurando que não vou mais comprar nada e volto com a mala cheia. Há lembrancinhas para todos os gostos, mas eu vou indicar para você na hora o que pode ser comprado mais barato em outros lugares. Nessa parte, cada um saberá melhor o quanto poderá gastar. Levarei vocês para lojas gigantes, como a Penneys, que vendem de tudo o que você imaginar, como roupas, sapatos, maquiagem, ferramentas de trabalho, enfim, tudo mesmo, com preços baixos. Você pode escolher o que comprar por lá de acordo com seu gosto.

Um mimo para um bebê que já nasce com sorte! Na época, ficou em uns R$13,00. Hoje sairia por R$25,00.

Com a alta do Euro, tudo estará caro se você pensar em Real, mas estará barato se você comparar com um produto da mesma qualidade no Brasil (que tem taxas e impostos muito altos). Minha sugestão é que você vá juntando dinheiro em DÓLAR ou EURO durante o ano para a viagem.

Me apaixonei por essa ovelhinha da sorte no banquete medieval e só tinha UMA. E foi minha, claro! 

USO DOS CARTÕES:

Aqueles cartões internacionais de saque estão taxados pelo governo, tornando seu uso uma desvantagem. Se puder, prefira dinheiro vivo para escapar das taxas. Na Irlanda, também iremos para lugares mais rurais que não possuem esse tipo de cartão e só aceitam dinheiro.

UM POR TODOS, TODOS POR UM!

Em todos os grupos, sempre fazemos o possível para tornar a experiência da viagem maravilhosa para todos. Assim, se você quer gastar muito ou pouco, não se preocupe pois há opções para os dois orçamentos!
Grupo de 2013, no dia em que chegamos tarde em um hotel que não tinha janta nem serviço de quarto. Juntamos toda a comida que tínhamos e dividimos, como náufragos! ;)



Estou fazendo postagens diárias na nossa página no facebook: https://www.facebook.com/irlandacelta.euvou


E postagens com mais fotos no blog: http://irlandaeuvou.blogspot.com.br/

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

O QUE COMEMOS POR LÁ?

Estou passando hoje para dar umas dicas gastronômicas para quem planeja curtir as terras irlandesas neste ano. Vamos dar uma sacada no que vai pintar nos nossos pratos?
Carne assada com purê e molho de madeira. Simples, mas o molho é bem aveludado. Almoço em Conemmara.
Então, como eu já disse anteriormente, eles não têm hábito de ter adoçante em todos os lugares, então, se isso é imprescindível pra você, melhor levar alguns envelopinhos na mala. O sal não salga e o açúcar não adoça, mas a comida no geral é bem saborosa.
Desacostume de grãos, como arroz e feijão. Feijão só doce e no café da manhã. Dessa última vez consegui achar no último dia uma galeria com vários tipos de restaurante e consegui matar a saudade do arroz com farofa num restaurante italiano!
Como viajante, minha dica ´é sempre se abrir para novas sensações. Eu sempre prefiro comer o que é típico da região, mas por experiência própria, no finzinho da viagem bate uma saudade do sabor de casa! 

Sinceramente, não lembro o que era isso! rsrsrsr 

Os pratos são tipicamente europeus, com um tipo de carne com salada e batata. Tem batata em tudo lá! Para que ela seja crocante, peça "Well done". A carne vermelha costuma ser mais cara, mas é bem servida. O peixe lá é mais comum e é sempre minha primeira escolha.
Em alguns restaurantes, os pratos são mais caros. Há opções baratinhas também, que servem o famoso Fish and Chips, que é peixe empanado, salada e batata.
Agora, os doces são um capítulo à parte! Vale a pena esticar para uma sobremesa, ou escolher uma torta na hora do lanche. São feitas de frutas frescas e são deliciosas. O chocolate também é bem popular lá e é bem doce, ao gosto dos brasileiros.

Torta de frutas silvestres com creme que comi em Powerscourt Gardens.

Antes eu falava para os viajantes entrarem numa dieta antes da viagem para poderem comer, mas percebi que gastamos tantas calorias lá que não temos esse problema.
Ah! E lá as coisas são bem apimentadas, especialmente as asinhas de frango. Peça uma jarra d'água junto, se não estiver acostumado!
Peixe com purê de batata e molho de limão, que lá é amarelinho e parece laranja. Uma delícia!

Nossa viagem já está marcada para dia 16 de setembro e você já pode fazer sua reserva! É só entrar em contato com a Diva! E se tiver dúvidas, é só falar comigo!

Contato: eddie@eddievanfeu.com
Para reservas, contate a Diva Dias:
Fones: (11) 3966.21.55ou (11) 9-9913.95.80
divatur@uol.com.br ou divaturismo@gmail.com

Lanche-almoço em um pub londrino. Eles levam sanduíches muito à sério!




quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

GALWAY, SEMPRE UM LUGAR DELICIOSO

Galway fica na ponta oposta a Dublin e é uma belíssima cidade litorânea com feiras ao ar livre, ruas movimentadas e lojas interessantes. Muito orgulhosa de sua própria história, podemos ver alguns dos autores irlandeses famosos sentados descontraidamente em monumentos. Também podemos ouvir músicos de rua com um talento indecente que faz pessoas comuns e desprovidas de dotes musicais querer chorar. Não tem problema, a gente afoga as lágrimas num belo sorvete (lá tem um dos melhores sorvetes que já experimentei. A loja é italiana, mas tá valendo,).
Em Galway podemos pegar o barco para conhecer as ilhas de Aran, como a Inishmore, e passar um dia inteiro lá. Também podemos fazer outra escolha e ir para a bela Connemara, com suas colinas, flores, hotéis e um belo castelo que já foi uma escola e hoje funciona como ponto turístico.

Nossa viagem está marcada para 16 de setembro e inclui a Escócia! Veja os detalhes AQUI ou peça informações pelo eddie@eddievanfeu.com